09/12/2016

Evangelho e comentário

Tempo do Advento

Evangelho: Mt 11, 16-19

Naquele tempo, disse Jesus à multidão: «A quem poderei comparar esta geração? É como os meninos sentados nas praças, que se interpelam uns aos outros, dizendo: ‘Tocámos flauta e não dançastes; entoámos lamentações e não chorastes’. Veio João Baptista, que não comia nem bebia, e dizem que tinha o demónio com ele. Veio o Filho do homem, que come e bebe, e dizem: ‘É um glutão e um ébrio, amigo de publicanos e pecadores’. Mas a sabedoria foi justificada pelas suas obras».

Comentário:

Falando prosaicamente poderíamos, a propósito deste trecho do Evangelho, aplicar o ditado: de que vale chorar sobre o leite derramado!

O que verdadeiramente interessa na "apresentação de contas" no Juízo Particular é coerência da vida que levámos, do que praticámos e não das intenções ou propósitos e, muito menos, o permitir-nos de algum modo apresentar culpas de outros em lugar das nossas.

Fizemos, de facto, o que devíamos ter feito ou ficamos pelas belas palavras e criteriosos conselhos?

(ama, comentário sobre Mt 11, 16-19 2015.12.11)






Sem comentários:

Enviar um comentário