16/08/2016

Evangelho e comentário



Tempo Comum

Evangelho: Mt 19, 23-30

23 Jesus disse a Seus discípulos: «Em verdade vos digo que um rico dificilmente entrará no Reino dos Céus.24 Digo-vos mais: É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha, que entrar um rico no Reino dos Céus». 25 Os discípulos, ouvidas estas palavras, ficaram muito admirados, dizendo: «Quem poderá, então, salvar-se?». 26 Porém, Jesus, olhando para eles, disse-lhes: «Aos homens isto é impossível, mas a Deus tudo é possível». 27 Então Pedro, tomando a palavra, disse-Lhe: «Eis que abandonámos tudo e Te seguimos; qual será a nossa recompensa?». 28 Jesus disse-lhes: «Em verdade vos digo que, no dia da regeneração, quando o Filho do Homem estiver sentado no trono da Sua glória, vós, que Me seguistes, também estareis sentados sobre doze tronos, e julgareis as doze tribos de Israel. 29 E todo aquele que deixar a casa, ou os irmãos ou irmãs, ou o pai ou a mãe, ou os filhos, ou os campos, por causa do Meu nome, receberá cem vezes mais e possuirá a vida eterna. 30 Muitos dos primeiros serão os últimos, e muitos dos últimos serão os primeiros.

Comentário:

Este trecho de São Mateus parece conter uma resposta de Jesus à Mãe de Tiago e João que lhe pedia um lugar "especial" para os seus filhos no Reino dos Céus.

De facto não apenas aqueles dois mas todos os doze ocuparão esses tronos de glória e poder.

A entrega a Deus, total e sem condições, terá um prémio cuja grandeza e excelência não conseguimos abarcar.

(ama, comentário sobre, Mt 19, 27-29 2015.07.11)









Sem comentários:

Enviar um comentário