12/03/2017

Evangelho e comentário

Tempo da Quaresma


Evangelho: Mt 17, 1-9

Naquele tempo, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, e levou-os, em particular, a um alto monte e transfigurou-Se diante deles: o seu rosto ficou resplandecente como o sol e as suas vestes tornaram-se brancas como a luz. E apareceram Moisés e Elias a falar com Ele. Pedro disse a Jesus: «Senhor, como é bom estarmos aqui! Se quiseres, farei aqui três tendas: uma para Ti, outra para Moisés e outra para Elias». Ainda ele falava, quando uma nuvem luminosa os cobriu com a sua sombra e da nuvem uma voz dizia: «Este é o meu Filho muito amado, no qual pus toda a minha complacência. Escutai-O». Ao ouvirem estas palavras, os discípulos caíram de rosto por terra e assustaram-se muito. Então Jesus aproximou-Se e, tocando-os, disse: «Levantai-vos e não temais». Erguendo os olhos, eles não viram mais ninguém, senão Jesus. Ao descerem do monte, Jesus deu-lhes esta ordem: «Não conteis a ninguém esta visão, até o Filho do homem ressuscitar dos mortos».

Comentário:

Transfigurar-me em Ti, Senhor, ser como Tu, outro Cristo, Ipse Crhistus, é o meu desejo, a minha meta.

E é também a Tua Vontade que seja santo como o Pai é santo!

Mas Tu mesmo disseste que 'sem Ti nada podemos fazer' e, então, sendo assim como de facto é, tens de dar-me o que me falta e embora seja muito - muitíssimo - sei que para Ti é possível.

(ama, comentário sobre Mt 17, 1-9,06.08.2016)


Sem comentários:

Enviar um comentário