28/11/2016

Diálogos apostólicos

Diálogos apostólicos II Parte
24 - [1]

Acaba este mês de Novembro e parece-me ter chegado a uma conclusão: não há qualquer motivo para ter medo da morte. Achas que conclui acertadamente?

Respondo:

Claro que sim e fico muito contente por isso.

Viver é uma contínua graça de Deus porque só Ele nos mantém vivos.
Donde viver – como disse antes – como Ele quer e deseja só pode ser muito bom para nós.

Tranquilamente, dia a dia, minuto a minuto, sem perder tempo com o dia de amanhã que não sabemos se chegará mas com o de hoje aquele que estamos a viver. 

Esse é que importa. 

Projectos, sonhos, quimeras podem ser muito bonitos mas de nada valerão sem esse labor diário e constante por levar uma vida digna e correcta. [i]


[1] Nota: Normalmente, estes “Diálogos apostólicos”, são publicados sob a forma de resumos e excertos de conversas semanais. Hoje, porém, dado o assunto, pareceu-me de interesse publicar quase na íntegra.



[i] ama, diálogos apostólicos,

Sem comentários:

Enviar um comentário