07/08/2017

Evangelho e comentário

Tempo Comum


Evangelho: Mt 14, 13-21

Naquele tempo, quando Jesus ouviu dizer que João Baptista tinha sido morto, retirou-Se num barco para um local deserto e afastado. Mas logo que as multidões o souberam, deixando as suas cidades, seguiram-n’O por terra. Ao desembarcar, Jesus viu uma grande multidão e, cheio de compaixão, curou os seus doentes. Ao cair da tarde, os discípulos aproximaram-se de Jesus e disseram-Lhe: «Este local é deserto e a hora avançada. Manda embora toda esta gente, para que vá às aldeias comprar alimento». Mas Jesus respondeu-lhes: «Não precisam de se ir embora; dai-lhes vós de comer». Disseram-Lhe eles: «Não temos aqui senão cinco pães e dois peixes». Disse Jesus: «Trazei-mos cá». Ordenou então à multidão que se sentasse na relva. Tomou os cinco pães e os dois peixes, ergueu os olhos ao Céu e recitou a bênção. Depois partiu os pães e deu-os aos discípulos e os discípulos deram-nos à multidão. Todos comeram e ficaram saciados. E, dos pedaços que sobraram, encheram doze cestos. Ora, os que comeram eram cerca de cinco mil homens, sem contar mulheres e crianças.

Comentário:



Desta vez é São Mateus quem nos relata este portentoso milagre deJesus.

Não poderia deixar de o fazer já que – embora não haja milagres menores e outros maiores – as consequências e o ambiente têm uma importância enorme.

Uma multidão de gente saciada com uns poucos de pães e de peixes!

Os doze cestos que sobraram depois de todos terem comido!

Mas, talvez, o mais relevante foi a surpreendente “ordem” de Cristo:

«dai-lhes vós de comer»

Esta “ordem” é-nos dada também a nós, cristãos sem distinção de categorias ou importância; como se dissesse:

‘Tu, não deixes ninguém afastar-se porque tem fome e sede, dá-lhes o que precisam realmente: o alimento para o corpo e para a alma. Dá o que tens, não importa se muito ou pouco, porque, se o fizeres em Meu Nome, Eu providenciarei o que te possa faltar’.

(AMA, comentário sobre Mt 14, 13-21, 05.05.2017)






Sem comentários:

Enviar um comentário