03/01/2017

Evangelho e comentário

Tempo do Natal

Santíssimo Nome de Jesus

Evangelho: Jo 1, 21-24

Quando se completaram os oito dias para o Menino ser circuncidado, deram-Lhe o nome de Jesus, indicado pelo Anjo, antes de ter sido concebido no seio materno. Ao chegarem os dias da purificação, segundo a Lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, para O apresentarem ao Senhor, como está escrito na Lei do Senhor: «Todo o filho primogénito varão será consagrado ao Senhor», e para oferecerem em sacrifício um par de rolas ou duas pombinhas, como se diz na Lei do Senhor.

Comentário:

Desde o princípio de toda a vida de Jesus a Escritura cumpre-se sem faltar um pormenor.

O que veio para confirmar e renovar a Lei não Se exime de a observar dando-nos, assim, um exemplo magnífico do que deve ser o nosso comportamento em relação às leis e regulamentos da sociedade.

Somos, os homens, todos iguais perante a Lei legítima e ninguém está isento seja a que título for, do seu cumprimento cabal.

(ama, comentário sobre Jo 1, 21-24, 2016.11.03)






Sem comentários:

Enviar um comentário