13/11/2016

Evangelho e comentário

Tempo Comum

Evangelho: Lc 21, 5-19

5 Dizendo alguns, a respeito do templo, que estava ornado de belas pedras e de ricas ofertas, Jesus disse: 6 «De tudo isto que vedes, virão dias em que não ficará pedra sobre pedra que não seja derrubada». 7 Então interrogaram-n'O: «Mestre, quando acontecerão estas coisas, e que sinal haverá de que estão para acontecer?». 8 Ele respondeu: «Vede, não vos deixeis enganar; porque muitos virão em Meu nome, dizendo: Sou eu, está próximo o tempo. Não os sigais. 9 Quando ouvirdes falar de guerras e de tumultos, não vos assusteis; estas coisas devem suceder primeiro, mas não será logo o fim». 10 Depois disse-lhes: «Levantar-se-á nação contra nação e reino contra reino. 11 Haverá grandes terramotos por várias partes, pestes e fomes; aparecerão coisas espantosas e extraordinários sinais no céu. 12 Mas antes de tudo isto, lançar-vos-ão as mãos e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e às prisões e vos levarão à presença dos reis e dos governadores por causa do Meu nome. 13 Isto vos será ocasião de dardes testemunho. 14 Gravai, pois, nos vossos corações o não premeditar como vos haveis de defender, 15 porque Eu vos darei uma linguagem e uma sabedoria à qual não poderão resistir, nem contradizer, todos os vossos inimigos. 16 Sereis entregues por vossos pais, irmãos, parentes e amigos, e farão morrer muitos de vós; 17 e sereis odiados de todos por causa do Meu nome; 18 mas não se perderá um só cabelo da vossa cabeça. 19 Pela vossa perseverança salvareis as vossas almas.

Comentário:

Desde sempre houve quem se preocupasse com o chamado “fim do mundo” e, até, alguns “pretensos iluminados” baseados em teorias e estudos de vária ordem, estabeleceram com pseudo-segurança datas em que tal ocorreria.

Os cristãos não têm – não devem ter – essa preocupação porque não só não encontrarão nenhuma resposta como lhes basta a afirmação de Jesus Cristo: «não se perderá um só cabelo da vossa cabeça. 19 Pela vossa perseverança salvareis as vossas almas.»

Devem preocupar-se – sim – com a “condição” que o Senhor refere:

A PERSEVERANÇA!

(ama, comentário sobre Lc 21, 5-19, 28.09.2016)


Sem comentários:

Enviar um comentário