21/10/2016

Evangelho e comentário


Tempo Comum

Evangelho: Lc 12, 54-59

54 Dizia também às multidões: «Quando vós vedes uma nuvem levantar-se no poente, logo dizeis: Aí vem chuva; e assim sucede. 55 E quando sentis soprar o vento do sul, dizeis: Haverá calor; e assim sucede. 56 Hipócritas, sabeis distinguir os aspectos da terra e do céu; como, pois, não sabeis reconhecer o tempo presente? 57 E porque não discernis também por vós mesmos o que é justo? 58 Quando, pois, fores com o teu adversário ao magistrado, faz o possível por fazer as pazes com ele pelo caminho, para que não suceda que te leve ao juiz, e o juiz te entregue ao guarda, e o guarda te meta na cadeia. 59 Digo-te que não sairás de lá, enquanto não pagares até o último centavo».


Comentário:

Além de um conselho que qualquer um reconhecerá como prático - acertar as dívidas antes de o credor perder a paciência - o que o Senhor, mais uma vez, nos recomenda é que não adiemos a preparação para o inevitável momento do nosso encontro com Ele às portas da Eternidade.

Estar atentos, vigiar, "acertar as contas", enquanto é tempo.

Qual tempo?

Hoje, agora mesmo, é o tempo que temos como seguro.

Outro tempo ou já passou e não interessa ou não sabemos se virá e, portanto, não convém arriscar.

(ama, comentário sobre Lc 12, 54-58, 2010.11.21)







Sem comentários:

Enviar um comentário