10/10/2016

Diálogos apostólicos

Diálogos apostólicos II Parte
16 - [1]

Há tempos debatemos entre vários casais amigos sobre o que poderíamos chamar “O querer dos Filhos”.
O que me podes dizer sobre o assunto?

Respondo:

Como pessoas que são, com uma individualidade singular, os filhos têm o seu querer, a sua vontade.
Podem e devem ter direito a ser-lhe concedida oportunidade de a ma­nifestar, de forma correcta.
Esta forma correcta, quer dizer com respeito e com moderação ou, por
outras palavras, nunca como uma imposição.
Mas, evidentemente, os filhos têm de aprender a querer, a educar a vontade, a ter uma noção da razoabilidade do que querem.
Aqui entra a pedagogia da liberdade que é, no fim e ao cabo, a educa­ção necessária e que o filho tem direito de receber. [i]


[1] Nota: Normalmente, estes “Diálogos apostólicos”, são publicados sob a forma de resumos e excertos de conversas semanais. Hoje, porém, dado o assunto, pareceu-me de interesse publicar quase na íntegra.



[i] (Cfr. ama, in Migalhas para o Caminho I, pg. 237)

Sem comentários:

Enviar um comentário