07/06/2018

Evangelho e comentário


Tempo comum


Evangelho: Mc 12, 28-34

28 Aproximou-se dele um escriba que os tinha ouvido discutir e, vendo que Jesus lhes tinha respondido bem, perguntou-lhe: «Qual é o primeiro de todos os mandamentos?» 29 Jesus respondeu: «O primeiro é: Escuta, Israel: O Senhor nosso Deus é o único Senhor; 30 amarás o Senhor, teu Deus, com todo o teu coração, com toda a tua alma, com todo o teu entendimento e com todas as tuas forças. 31 O segundo é este: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior que estes.» 32 O escriba disse-lhe: «Muito bem, Mestre, com razão disseste que Ele é o único e não existe outro além dele; 33 e amá-lo com todo o coração, com todo o entendimento, com todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo vale mais do que todos os holocaustos e todos os sacrifícios.» 34 Vendo que ele respondera com sabedoria, Jesus disse: «Não estás longe do Reino de Deus.» E ninguém mais ousava interrogá-lo.

Comentário:

Como fica bem patente neste trecho de São Marcos, nunca se deve julgar toda uma classe de pessoas como um todo. Há sempre excepções.

Como neste caso, embora a pergunta tenha sido feita para “pôr à prova” a seriedade de Jesus e dos Seus ensinamentos, a verdade á que o próprio Senhor aprecia elogiando o escriba pela sua sabedoria e boa doutrina.

«Não estás longe do Reino de Deus.» É assim que Jesus Cristo termina a conversa como que dizendo aos circunstantes: ‘neste podeis acreditar e seguir as suas palavras’.

(AMA, comentário sobre Mc 12, 28-34, 28.03.2018)