02/06/2017

Evangelho e comentário

Tempo de Páscoa


Evangelho: Jo 21, 15-19

15Depois de terem comido, Jesus perguntou a Simão Pedro: «Simão, filho de João, tu amas-me mais do que estes?» Pedro respondeu: «Sim, Senhor, Tu sabes que eu sou deveras teu amigo.» Jesus disse-lhe: «Apascenta os meus cordeiros.» 16Voltou a perguntar-lhe uma segunda vez: «Simão, filho de João, tu amas-me?» Ele respondeu: «Sim, Senhor, Tu sabes que eu sou deveras teu amigo.» Jesus disse-lhe: «Apascenta as minhas ovelhas.» 17E perguntou-lhe, pela terceira vez: «Simão, filho de João, tu és deveras meu amigo?» Pedro ficou triste por Jesus lhe ter perguntado, à terceira vez: ‘Tu és deveras meu amigo?’ Mas respondeu-lhe: «Senhor, Tu sabes tudo; Tu bem sabes que eu sou deveras teu amigo!» E Jesus disse-lhe: «Apascenta as minhas ovelhas. 18Em verdade, em verdade te digo: quando eras mais novo, tu mesmo atavas o cinto e ias para onde querias; mas, quando fores velho, estenderás as mãos e outro te há-de atar o cinto e levar para onde não queres.» 19E disse isto para indicar o género de morte com que ele havia de dar glória a Deus. Depois destas palavras, acrescentou: «Segue-me!»

Comentário:

Pobre Pedro, apetece-nos dizer, posto assim à prova pelo Senhor que tudo sabe.

Por três vezes repete a pergunta e, também três vezes, Pedro, que agora afirma au O ama, há-de garantir – com juramento – que nem sequer O conhece!

Seguramente, quando esse triste momento chegar, o Apóstolo haverá de lembrar-se deste episódio e mais se aprofundará o seu arrependimento.

Mas, o Evangelista ao terminar o seu Evangelho fez questão que constasse exactamente para nos confirmar – a nós, tantas vezes convencidos da nossa força e fortaleza – que mesmo o Príncipe dos Apóstolos sendo um simples homem, com um enorme coração e uma enorme coragem, cai, vacila, nega, trai.

É verdade, mas, o amor que sente pelo Mestre acabará por vencer, levará a sua tarefa por diante e terminará dando a vida por Ele.

Sim… o amor tudo vence!


(AMA, comentário sobre Jo 21, 15-19, 20.01.2017)

Sem comentários:

Enviar um comentário