06/04/2017

Epístolas de São Paulo – 37

2ª Epístola de São Paulo aos Coríntios

I. DEFESA DO APÓSTOLO (1,12-7,16)

Capítulo 2

Mudança de planos 2

1Por isso, decidi comigo mesmo não voltar a ir ter convosco, estando triste. 2Com efeito, se vos entristeço, quem me poderá dar alegria senão aquele que eu tiver entristecido? 3E escrevi-vos justamente isto, para que, ao chegar, não sinta tristeza da parte daqueles que me deviam alegrar. Estou confiante, quanto ao que vos diz respeito, de que a minha alegria é a de todos vós. 4Foi, pois, em grande aflição e com o coração despedaçado, que vos escrevi entre muitas lágrimas, não para vos entristecer, mas para que conheçais o amor transbordante que vos tenho.

Perdão para o ofensor

5Se alguém causou tristeza, não foi a mim, mas, de certo modo - não quero exagerar - a todos vós. 6Basta a esse homem a censura que a comunidade lhe infligiu. 7Agora, porém, é melhor que lhe perdoeis e o consoleis para que não sucumba ao peso de demasiada tristeza. 8Peço-vos, pois, que tenhais caridade para com ele. 9Realmente, quando vos escrevi, era minha intenção pôr-vos à prova, para ver se éreis capazes de obedecer em tudo. 10A quem vós perdoais, eu também perdoo. E se perdoei - na medida em que tinha de o fazer - foi por amor de vós, na presença de Cristo, 11para que não sejamos enganados por Satanás, já que não ignoramos as suas maquinações.
12Quando cheguei a Tróade, para pregar o Evangelho de Cristo, e apesar de lá me estar aberta uma porta no Senhor, 13não tive sossego de espírito porque não encontrei Tito, meu irmão. Despedi-me deles e parti para a Macedónia.

O ministério da nova aliança (Ex 33,7-11; 34,29-35)

14Mas graças sejam dadas a Deus, que, em Cristo, nos conduz sempre em seu triunfo e, por nosso intermédio, difunde em toda a parte o perfume do seu conhecimento. 15Porque somos para Deus o bom odor de Cristo, para aqueles que se salvam e para aqueles que se perdem: 16para uns, odor da morte que conduz à morte; para outros, odor da vida que conduz à vida. E quem estaria à altura de uma tal missão? 17É que, de facto, não somos como muitos outros que falsificam a palavra de Deus, mas é com sinceridade, como enviados de Deus, que falamos em Cristo, diante de Deus.

Sem comentários:

Enviar um comentário