23/12/2016

Reflectindo - 215

Graças

Hoje, quero dar-te graças!

Porquê?

Por tudo, toda a minha vida tem sido suceder de graças inumeráveis que nem sei contabilizar.

Sinto esta realidade como algo que inevitável como se Tu, Senhor, não tivesses outro remédio de conceder não só o que peço, mas muito mais.

Eu compreendo que ao veres o pouco que sou, a minha fragilidade e fraquezas, Te deixes levar pelo Teu Coração Amantíssimo e me tenhas bem preso num laço de Amor que não mereço mas quero manter bem atado.

E como também o sabes muito bem que sozinho nada posso, fazes-me o favor da Tua companhia que sinto tão forte e presente que me espanta como sou capaz de falhar, cair e deixar-me arrastar pelas minhas misérias.

Ai meu Deus e Senhor!

Como és bom amigo e Pai extremoso!

Ajuda-me a ser bom filho!


(ama, Reflexões, 23.07.2016)

Sem comentários:

Enviar um comentário