03/12/2016

Evangelho e comentário

Tempo do Advento

Evangelho: Mt 9, 35 – 10. 1, 6-8

Naquele tempo, Jesus percorria todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas, pregando o Evangelho do reino e curando todas as doenças e enfermidades. Ao ver as multidões, encheu-Se de compaixão, porque andavam fatigadas e abatidas, como ovelhas sem pastor. Jesus disse então aos seus discípulos: «A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. Pedi ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara». Depois chamou a Si os seus Doze discípulos e deu-lhes poder de expulsar os espíritos impuros e de curar todas as doenças e enfermidades. Jesus deu-lhes também as seguintes instruções: «Ide às ovelhas perdidas da casa de Israel. Pelo caminho, proclamai que está perto o reino dos Céus. Curai os enfermos, ressuscitai os mortos, sarai os leprosos, expulsai os demónios. Recebestes de graça, dai de graça».

Comentário:

No nosso apostolado esperam-nos maiores dificuldades que as que experimentaram os Apóstolos?

Afinal nós não fazemos coisas extraordinárias, curas, milagres!

Não?

A conversão ou revisão de vida de alguém devido à nossa acção apostólica não é em si mesma um milagre extraordinário?

(ama, comentário sobre Mt 9, 35 10, 1. 6-8, 05.1215)






Sem comentários:

Enviar um comentário