28/12/2016

Evangelho e comentário

       Tempo do Natal

Santos Inocentes

Evangelho: Mt 2, 13-18

13 Tendo eles partido, eis que um anjo do Senhor apareceu em sonhos a José e lhe disse: «Levanta-te, toma o Menino e Sua mãe, foge para o Egipto, e fica lá até que eu te avise, porque Herodes vai procurar o Menino para O matar».14 ele, levantando-se de noite, tomou o Menino e Sua mãe, e retirou-se para o Egipto. 15 Lá esteve até à morte de Herodes, cumprindo-se deste modo o que tinha sido dito pelo Senhor por meio do profeta: “Do Egipto chamei o Meu filho”. 16 Então Herodes, percebendo que tinha sido enganado pelos Magos, irou-se em extremo, e mandou matar, em Belém e em todos os seus arredores, todos os meninos de idade de dois anos para baixo, se­gundo a data que tinha averiguado dos Magos. 17 Cumpriu-se então o que estava anunciado pelo profeta Jeremias: 18 “Uma voz se ouviu em Ramá, pranto e grande lamentação; Raquel chorando os seus filhos, sem admitir consolação, porque já não existem”.

Comentário:

Começa já a perseguição!


Tão indefeso e inerme nos braços de Tua Mãe e já os homens Te procuram com ânsias de Te fazerem mal.


Não querem que Tu, Rei anunciado pelos Profetas, reines sobre eles.


Menino Jesus, meu Menino Jesus, que eu seja capaz de Te defender, sempre.


Aperto-te contra o meu peito e não deixo ninguém fazer-te mal.


Meu Menino Jesus, reina no meu coração e transforma-me num súbdito fiel.


Meu Menino Jesus, transformam-me na criança que quero ser, para brincar contigo, inocente e alegre.


(ama, meditação sobre Mt 2, 13-18, 2009.11.29)





Sem comentários:

Enviar um comentário