21/11/2016

Bento XVI – Pensamentos espirituais 121

Eros e ágape

O amor é «êxtase»; êxtase, não no sentido de um instante de inebriamento, mas sim como caminho, como êxodo permanente do eu fechado em si mesmo para a sua libertação no dom de si e, precisamente dessa forma, para o reencontro de si mesmo, mais ainda para a descoberta de Deus.

Encíclica Deus Caritas Est, n.a 6

(Fevereiro de 2006)


 (in “Bento XVI, Pensamentos Espirituais”, Lucerna 2006)

Sem comentários:

Enviar um comentário