13/10/2016

Bento XVI – Pensamentos espirituais 117

Noites escuras

Ser discípulo de Cristo é tudo quanto basta ao cristão.

A amizade com o Mestre garante paz profunda e serenidade à alma mesmo nas momentos escuros e perante as mais árduas provas. 

Quando a fé se depara com as noites escuras em que já não se – ouve - nem se – vê - a presença de Deus, Humanidade de Jesus garante que, na realidade, nada nos poderá separar do seu amor.

Angelus, (5.Jan,06)
(in “Bento XVI, Pensamentos Espirituais”, Lucerna 2006)


(Revisão da versão portuguesa por ama)

Sem comentários:

Enviar um comentário