22/07/2018

Evangelho e comentário


Tempo comum


Evangelho: Mc 6, 30-34

30 Os Apóstolos reuniram-se a Jesus e contaram-lhe tudo o que tinham feito e ensinado. 31 Disse-lhes, então: «Vinde, retiremo-nos para um lugar deserto e descansai um pouco.» Porque eram tantos os que iam e vinham, que nem tinham tempo para comer. 32 Foram, pois, no barco, para um lugar isolado, sem mais ninguém. 33 Ao vê-los afastar, muitos perceberam para onde iam; e de todas as cidades acorreram, a pé, àquele lugar, e chegaram primeiro que eles. 34 Ao desembarcar, Jesus viu uma grande multidão e teve compaixão deles, porque eram como ovelhas sem pastor. Começou, então, a ensinar-lhes muitas coisas.

Comentário:

O trabalho apostólico não deve conhecer nem pausas nem descanso.
São tantos os que precisam e tão poucos os que podem satisfazê-los.

Esta situação inverter-se-ia se cada cristão cumprisse o Mandato de Cristo de evangelizar, levar o Seu Nome a todos os homens em lugares da terra.

Pensemos, cada um de nós, nesta verdade e examinemos como procedemos.

(AMA, comentário sobre Mc 6, 30-34, 04.02.2017)