06/07/2017

Evangelho e Comentário

Tempo Comum


Evangelho: Mt 9, 1-8

1 Depois disto, subiu para o barco, atravessou o mar e foi para a sua cidade. 2 Apresentaram-lhe um paralítico, deitado num catre. Vendo Jesus a fé deles, disse ao paralítico: «Filho, tem confiança, os teus pecados estão perdoados.» 3 Alguns doutores da Lei disseram consigo: «Este homem blasfema.» 4 Jesus, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: «Porque alimentais esses maus pensamentos nos vossos corações? 5 Que é mais fácil dizer: ‘Os teus pecados te são perdoados’, ou: ‘Levanta-te e anda’? 6 Pois bem, para que saibais que o Filho do Homem tem, na terra, poder para perdoar pecados - disse Ele ao paralítico: ‘Levanta-te, toma o teu catre e vai para tua casa.» 7 E ele, levantando-se, foi para sua casa. 8 Ao ver isto, a multidão ficou dominada pelo temor e glorificou a Deus, por ter dado tal poder aos homens.

Comentário:

Ter amigos como este pobre paralítico é um bem inestimável.
Querem o melhor para o seu amigo e não se deixam vencer nem pelas dificuldades ou circunstâncias desfavoráveis para levarem por diante o que se propõem.

Mas, mais, sabem que Jesus é O Médico Divino que cura todas as doenças e males por maiores ou graves que sejam, assim, se o que os move é a amizade a Fé em Jesus é singularmente definitiva para fazerem o que fizeram.

Foi esta Fé que Jesus se deu conta e O levou a actuar imediatamente.

O milagre é, sem dúvida, espectacular, mas, o mais importante é a lição, que – talvez por isso mesmo – o Senhor quis dar aos circunstantes: a confirmação do Seu poder, a Sua Divindade.

(AMA, comentário sobre Mt 9, 1-8, 14.03.2017)








Sem comentários:

Enviar um comentário