06/05/2017

Evangelho e comentário


Tempo de Páscoa


Evangelho: Jo 6, 60-69

60 Depois de o ouvirem, muitos dos seus discípulos disseram: «Que palavras insuportáveis! Quem pode entender isto?» 61 Mas Jesus, sabendo no seu íntimo que os seus discípulos murmuravam a respeito disto, disse-lhes: «Isto escandaliza-vos? 62 E se virdes o Filho do Homem subir para onde estava antes? 63 É o Espírito quem dá a vida; a carne não serve de nada: as palavras que vos disse são espírito e são vida. 64 Mas há alguns de vós que não crêem.» De facto, Jesus sabia, desde o princípio, quem eram os que não criam e também quem era aquele que o havia de entregar. 65 E dizia: «Por isso é que Eu vos declarei que ninguém pode vir a mim, se isso não lhe for concedido pelo Pai.» 66 A partir daí, muitos dos seus discípulos voltaram para trás e já não andavam com Ele. 67 Então, Jesus disse aos Doze: «Também vós quereis ir embora?» 68 Respondeu-lhe Simão Pedro: «A quem iremos nós, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna! 69 Por isso nós cremos e sabemos que Tu é que és o Santo de Deus.»

Comentário:

Filipe é o discípulo que faz as perguntas cruciais quando não entende pergunta.

E os outros?
Entenderiam tudo?
Não teriam dúvidas?

Seguramente que sim só que não mostram a sua necessidade de esclarecimento.

Filipe demonstra além disso que de facto ouve quanto o Mestre diz com extrema atenção não perdendo, por assim dizer, nada dos discursos - por vezes longos - de Jesus.

Tem a intuição que quanto ouve lhe será necessário sobretudo no futuro quando tiver de transmitir a outros ã palavras de Cristo.

É no fim e ao cabo, aprender a Doutrina de modo consciente e seguro.


(AMA, comentário sobre Jo 6, 60-69, Malta, 2016.04.16)






Sem comentários:

Enviar um comentário