13/12/2016

Evangelho e comentário

Tempo do Advento

Evangelho: Mt 21, 28-32

Naquele tempo, disse Jesus aos príncipes dos sacerdotes e aos anciãos do povo: «Que vos parece? Um homem tinha dois filhos. Foi ter com o primeiro e disse-lhe: ‘Filho, vai hoje trabalhar na vinha’. Mas ele respondeu-lhe: ‘Não quero’. Depois, porém, arrependeu-se e foi. O homem dirigiu-se ao segundo filho e falou-lhe do mesmo modo. Ele respondeu: ‘Eu vou, Senhor’. Mas de facto não foi. Qual dos dois fez a vontade ao pai?» Eles responderam-Lhe: «O primeiro». Jesus disse-lhes: «Em verdade vos digo: Os publicanos e as mulheres de má vida irão diante de vós para o reino de Deus. João Baptista veio até vós, ensinando-vos o caminho da justiça, e não acreditastes nele; mas os publicanos e as mulheres de má vida acreditaram. E vós, que bem o vistes, não vos arrependestes, acreditando nele».

Comentário:

Fazer a Tua Vontade não é dizer que sim é… fazer de facto.

E, qual é a Tua vontade, Senhor, que queres que faça?

Docere me facere voluntatem Tuam!

Ensina-me, Senhor, a fazer a Tua vontade! Este é o meu apelo matinal, certo que estou, que se fizer a Sua vontade em tudo, mesmo nas coisas mais pequenas e insignificantes, estarei no caminho certo.

(AMA, Meditação sobre Mt 21, 28-32, Setembro 2008)






Sem comentários:

Enviar um comentário