02/10/2016

Evangelho e comentário


Tempo Comum

Evangelho: Lc 17, 5-10

5 Os apóstolos disseram ao Senhor: «Aumenta-nos a fé!». 6 O Senhor disse-lhes: «Se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a esta amoreira: Arranca-te e transplanta-te para o mar, e ela vos obedecerá. 7 «Quem de vós, tendo um servo a lavrar ou a guardar gado, lhe dirá quando ele voltar do campo: Vem depressa, põe-te à mesa? 8 Não lhe dirá antes: Prepara-me a ceia, cinge-te e serve-me, enquanto eu como e bebo; depois comerás tu e beberás?  9 Porventura, fica o senhor obrigado àquele servo, por ter feito o que lhe tinha mandado? 10 Assim também vós, depois de terdes feito tudo o que vos foi mandado, dizei: Somos servos inúteis; fizemos o que devíamos fazer».

Comentário:

Não nos compete a nós atribuirmo-nos um prémio ou uma paga seja qual for por um serviço que efectuámos a mando de outrem.
Quem nos deu a tarefa é que tem esse encargo e, sempre, de acordo com a justiça.
Não temamos, pois, Ele é a Justiça e a paga será sempre desproporcionada com o valor do serviço.
(ama, comentário sobre Lc 17, 7-10, 2013.11.12)








Sem comentários:

Enviar um comentário